Vitória segura frente a um adversário complicado.

foto_juvfmpovoense2013Num jogo que marca o início de uma fase decisiva do campeonato com quatro jogos de nível de dificuldade muito alto, recepção à equipa do Povoense que complica sempre o jogo aos adversários, tal como aconteceu na primeira volta.

Esta jornada fica marcada pelos regressos da principal gr das juniores, Inês Lucas, que fez a sua última aparição em 13 de Janeiro (praticamente 2 meses), da Liliana e da Flávia que também estiveram ausentes desde 26 de Janeiro, e das duas “seniores”, Débora que participou apenas em 2 jogos esta época pelas juniores e a Bianca que fez a sua estreia esta época no escalão que se irá despedir esta época.

Com tantos regressos e tantas opções de qualidade que se juntaram às habituais juniores e que ocupam o 2º posto da classificação, só podia dar num jogo de sentido único. Assim aconteceu desde o apito do árbitro, mas como seria expectável, umas por falta de condição física (ausências e lesões), outras por falta de entendimento com as colegas, não permitiu um jogo muito conseguido ao longo dos 60 minutos. De quando em vez, ocorreram boas jogadas, mas a organização de jogo, tanto defensiva como ofensiva foi demasiado permissiva que possibilitou ao adversário complicar o que deveria ter sido fácil para as Leoas.

Logo aos 6 min de jogo a Cátia num passe fantástico da Rita “a rasgar” fez o golo inaugural. Era uma fase de domínio mais forçado do que consentido pela equipa adversária, mas devido à lentidão de processos, não ocorriam muitas oportunidades de finalização. Com um banco tão rico, o treinador António fez muitas substituições e todas as 11 jogadoras participaram no jogo e nas duas partes. 10 substituições em cada parte reflete bem a estratégia delineada para este jogo. Foi assumido que a equipa tinha que se manter fresca, pressionante e mantendo a concentração todo o jogo. Claramente que isso não foi conseguido, muito por culpa do adversário que por diversas vezes, aproveitou distrações e ingenuidade da equipa que tem obrigação de não ser apanhada desprevenida. Mas foram lances para aprendizagem e provavelmente em próximas ocasiões não irão ocorrer. Aos 13 min num desses lances ingénuos, o Povoense aproveita a apatia de duas jogadoras e faz um golo fácil que fez despertar a equipa. Três minutos depois, aos 16’, vantagem novamente para as Leoas com a Flávia numa jogada de insistência a fuzilar autenticamente a gr adversária.

O resultado não sofreu mais alterações até ao intervalo e só há a salientar a velocidade reduzida das acções colectivas no restante tempo de jogo em conjunto com o acerto defensivo do Povoense.

Para a 2ª parte, foi pedido maior pressão sobre a 1ª linha e melhor circulação de bola antes de decidirem atacar a baliza. Não admira que com tantas substituições e um plantel de qualidade superior ao Povoense que obrigava a um esforço excessivo das duas principais jogadoras (a capitã e a nrº 8), a frescura física das Leoas ia fazer a diferença. Assim aconteceu, e aos 6 min, novamente a Flávia num lance individual tirado a papel químico de tantos outros que só ela sabe fazer, fez o 3-1 e praticamente decidia o vencedor. Pouco depois, aos 10’, novo golo, desta vez com a Débora a encostar após contra-ataque iniciado por ela na sua área, passe para a Cátia que driblou e que deixou a Capitã e de longe a melhor jogadora adversária deitada no chão. Excelente lance de Futsal.

Com a dinâmica das Leoas melhor nesta 2ª parte e uma diminuição da intensidade e da marcação por parte do Povoense, não admira que em novo lance aos 19 min num contra ataque aproveitando o adiantamento do adversário, a Débora recebe uma bola lançada da defesa para o ½ campo ofensivo, e só com a gr pela frente, remata e à 2ª, após ressalto, assiste a Joana para um golo fácil, fechando assim o resultado em 5-1 a favor da equipa da casa. Até final, mais alguns lances que poderiam ter dado golo, mas ou por ineficácia no momento o remate, ou da intervenção da GR contrária, não ocorreram mais golos.

Vitória justa apesar da boa réplica, principalmente da capitã adversária que lidera como poucas uma equipa e que permite às Leoas continuar a um ponto do SLB, deixando tudo em aberto para as próximas jornadas.

Na próxima semana, Sábado, dia 16 de Março pelas 18h, deslocação à Lourinhã para defrontar a sempre complicada equipa do Zambujeira Serra Calvo.

Resultado Final: Leões de Porto Salvo 5 – 1 Povoense