Juniores Femininas (con)vencem na Luz

foto_junslbProvavelmente, não terá sido o melhor jogo do campeonato até à data, mas teve um pouco de tudo que se espera de um jogo de Futsal: intensidade, qualidade, emoção e já agora, um número considerável de espectadores, que devem ter saído agradados com o jogo a que tinham assistido. Frente a frente, duas equipas com uma matriz de jogo diferente: de um lado, o Benfica com uma Organização Ofensiva muito forte, com conceitos bem assimilados e interpretados, e do outro, os Leões de Porto Salvo que assentam o seu jogo numa estrutura defensiva extremamente competente e difícil de ultrapassar (3º jogo consecutivos sem sofrer golos), e que ainda procura a melhor forma de consolidar o seu jogo ofensivo.

Durante os primeiros vinte minutos, a equipa da casa assumiu o controlo, ainda que consentido pela equipa visitante que, ao contrário do que tem sido hábito, jogou nessa fase, com as suas linhas defensivas bastante mais recuadas (meio-campo). Mesmo assim, não demorou muito até a equipa de Porto Salvo marcar (3min), num lance pela ala direita, concluído por Bianca com um remate cruzado ao segundo poste, sem hipóteses para a guarda-redes. A equipa do Benfica continuou mais dominadora e a causar alguns lances de perigo e a equipa dos Leões a apostar em transições rápidas para tentar ampliar a vantagem. De assinalar, um momento do jogo que pode ter decidido o rumo do resultado quando uma jogadora do Porto Salvo, Catarina num remate inofensivo por parte do Benfica, mete a mão na bola e o árbitro imediatamente aponta para a marca de grande penalidade.

Na marcação, a jogadora das águias ao querer colocar a bola no ângulo, acaba por rematar por cima. De imediato, o treinador das Leoas, pede um minuto de desconto para ajustar o posicionamento da equipa.

A partir daí, o jogo muda de figurino, com a equipa das Leoas a pressionar logo à saída da área adversária, e coincidência ou não, passados cerca 30 segundos, Filipa com um remate fantástico (na segunda parte, fez outro golo portentoso) coloca o resultado em 2-0 que se manteve até final da 1a parte.

A 2a parte manteve os contornos do final da 1a, com a superioridade dos Leões a manter-se e com a qualidade global das suas acções defensivas e ofensivas a subirem de nível, prova disso, os dois golos que deram ao resultado, uma expressão exagerada, uma vez que as jovens do Benfica nunca desistiram e tentaram sempre o golo.

Realce para o 3-0 que num lançamento comprido da gr Inês que apanhou a última linha defensiva do Benfica subida. A Filipa com a sua velocidade, à saída da gr fez um “chapéu” perfeito com um toque subtil que levantou no pavilhão todos os adeptos e elementos da equipa dos LPS.

No final do encontro, sensação de dever cumprido por parte das Leoas, que consolidaram a liderança do campeonato e que, tão ou mais importante que isso, mostraram um colectivo ambicioso e consciente do trabalho que ainda tem pela frente.

Pela negativa o facto das forças policiais enviadas por elementos ligados ao SL Benfica não terem dado autorização para a gravação vídeo do jogo.

Para a semana, o campeonato tem uma paragem e só regressa no dia 12 de Março com a surpresa da 2ª volta que nas últimas 3 jornadas venceu o Carnide, empatou com o SL Benfica e nesta jornada derrotou a Quinta dos Lombos.

Resultado final: SL Benfica 0 – 4 Leões Porto Salvo