Crónica » Juniores Femininas » 2ª Fase

Crónica » Juniores Femininas » 2ª Fase

Neste Domingo 16-02-2015 as nossas Juniores Feminino deslocaram-se á Lourinhã para defrontar o Zambujeira Serra Calvo, um jogo que apesar de servir para cumprir calendário, após nos termos qualificado para a fase seguinte na semana passada, tínhamos como ambição e o dever de trazer os 3 pontos para Oeiras.

Era um jogo que por tradição se adivinhava complicado, devido às dimensões do campo e devido à forma como o adversário joga, adversário esse que se limita a fechar no seu meio campo defensivo e somente a destruir jogo.

Com a cabeça já direcionada para a 3ª fase, entrámos muito mal no jogo, com demasiada apatia e lentidão de processos, mesmo assim fomos a única equipa com bola no pé e a única equipa a criar situações de golo, mas sempre perdulários na hora de finalizar.

Sensivelmente a meio da primeira parte e após mais um falhanço claro de golo, permitimos que o adversário chegasse ao 1ª golo numa transição rápida e com a nossa defesa a pressionar com os olhos, 1ºerro defensivo sofremos golo.

Pouco tempo depois, e noutro erro defensivo, mais uma vez com apatia, a nossa defesa permitiu que o adversário em inferioridade numérica atacante 1×2, chegasse ao 2ª golo no 2º remate efetuado em toda a partida.

Até final da 1ª parte não mais permitimos que o adversário saísse do seu meio campo, exceto nos lançamentos compridos da sua gr, mas prontamente dominados pela nossa 2ª linha, fomos criando algumas situações de golo, mas sem resultados práticos até ao intervalo.

No descanso e após retificarmos a nossa postura, entrámos para a 2ª parte determinados em inverter o resultado, foi uma segunda parte de sentido único, e após uma bela jogada chegámos ao golo através da Ana Rita fazendo o 2-1.

A partir daqui foi o que se costuma dizer, «poderíamos estar lá a rematar, a semana toda que a bola não entrava», com paciência e a trabalhar o jogo, as nossas leoas foram furando a defesa do Zambujeira, tanto com tabelas na ala, como em paralelas, iam finalizando, mas com muito azar ou pouca frieza na hora de marcar, iam falhando golos atrás de golos, enviando a bola aos postes por 7 vezes, e permitindo inúmeras defesas da Gr adversária.

Desperdiçámos demais e fomos penalizados com 2 golos nos únicos remates que o adversário fez em toda a partida.

Há jogos assim, e este foi um deles, não se pode cometer erros destes e muito menos desperdiçar tantas oportunidades de golo com equipas que não jogam e que não dão espaço.

Não merecíamos de todo perder o jogo, pois fomos a única equipa a procurar ganhar o jogo, e a única equipa a jogar futsal, mas de certo modo e da forma que entrámos no jogo fomos bem castigados e merecemos tal castigo, cabendo agora refletir sobre o que se passou e com isso aprender a lição e não mais voltar a repetir a displicência com que abordámos este jogo.

Os jogos ganham-se a partir de elevada concentração e atitude, não o fizemos e com isso perdemos.

Para os registos ficam os golos do adversário com 2 remates 2 golos, e nós com 1 golo, 7 bolas nos ferros, em mais de 30 remates.